1 de março de 2006

Lendo as Entranhas:



Um Rondel


Chamam de acaso, ou sorte, ou chamam de Destino-
As cartas e estrelas que tombam por vontade própria.
O amanhã se manifesta e traz a conta
Para cada beijo e morte, as pequenas e as grandes.
Queres saber o futuro, amor? Então espera:
Responderei tuas impacientes perguntas. Ainda-
Chamam de acaso, ou sorte, ou chamam de Destino,
As cartas e estrelas que tombam por vontade própria.

Irei até ti esta noite, meu bem, quando for tarde,
Não me verás; talvez te arrepies.
Esperarei até que durmas, então tomarei o que é meu.
E será teu futuro numa bandeja.
Chamam de acaso, ou sorte, ou chamam de Destino.

Neil Gaiman
in
"Fumaça e Espelhos – contos e ilusões"
tradução de Cláudio Blanc

p.s.: o rondel de Neil Gaiman sobre os perigos e os prazeres de predizer a sorte foi encomendado e originalmente publicado em uma antologia de histórias sobre a previsão do futuro.

3 comentários:

marcio disse...

evoé zoe

KLATUU disse...

Os celtas eram exímios a ler entranhas.:)
Dark kiss.

Luciana Calixto disse...

Zoe, há tempos que acompanho seus posts e sou uma esotérica fanática pelo estudo do tarot. Comecei aos ste anos, com o meigo tarot dos gnomos. Apesar disso, eu tenho uma trava para ler para mim mesma. Gostaria de saber quano você cobra a consulta! Preciso de uma orientação que meu conhecimento sobrecarregado por emoções não adianta em muita coisa...rssss beijos
meu msn: compositora_de_mpb@hotmail.com
PS: tbm moro em Curitiba!