3 de julho de 2006

A Cartomante


Minhas pernas circulavam num céu de sabão, quando uma mulher que de tão morena parecia a estátua da Fatalidade plantou-se diante de mim. Imediatamente nasceram dois baralhos de suas mãos. Diversos senadores, choferes, estudantes, operários e o núncio apostólico suicidaram-se na frente dela. Eu também devo ter me suicidado, só que o poeta é o tipo do sobrevivente. Ela ainda agarrou pela aba do roupão o banhista José, mas o herói deslizou na primeira onda de som e caiu no mar. A mulher soltava mentiras a todo instante. Cada vez que ela soltava uma mentira, nascia uma roseira. Em breve a praça tornou-se coalhada de roseiras com seus cinemas, suas confeitarias, seus bordéis, seus anúncios luminosos, seus bancos, suas guilhotinas. Os peixes cintilavam no céu, e, movendo graciosamente as barbatanas, faziam vibrar a música das esferas. Diante do espetáculo da ordem da criação, meu espírito bárbaro levantou as camadas de sífilis e de pesadelo que me legaram os retratos de meus avós cretinos, e gritou diante do mar coalhado de paquetes: "Mulher que pareces contemporânea do 1º tempo do espírito, explique-me, ô anjo máquina de costura-caos, por que existe um limite para a desarmonia; por que os anjos não atropelam os geômetras na rua; por que os capitalistas nas suas casas; por que as diabas-antenas não atropelam os músicos nas suas cabeças; por que a minha namorada não me matou". Aposto um mamão contra a eternidade que a mulher ia responder; mas um aeroplano que passava atirou uma bomba de tinta Eureka na cabeça dela. O ar ficou tão lavado e transparente que eu pude distinguir com nitidez a linha que vai do equador ao pólo; em cima dela um japonês se equilibrava, jogando bilboquê com a cabeça de um chinês.


Murilo Mendes

4 comentários:

Edu disse...

Olá Zoe, tudo bem?
Gosto muito deste espaço, pois trata de um assunto que muito me interessa.
Confesso a você que terei que ler o texto acima, mais umas quatro vezes, pra entender o seu significado. Mas tudo bem, eu chego lá!!! rs.
Adoro textos assim. Aproveito a visita e vou me cadastrar no ARCANA TAROT, afinal estou sempre em busca de informações e estes me parecem os canais certos.
Obrigado, um grande abraço e uma excelente semana!

FRQSTR=19198919x287250:1:2880x287250:1:2880|19198919|19198919|19198919|19198919 disse...

Oi Edu,

Textos surrealistas assim não devem ser entendidos a partir da lógica. Leia, aprecie, curta e desencane. E vamos bater papo lá na Arcana.

abraços,

Claudia disse...

Nossa Zoe, parece até meu último vôo... Acho que Murilo Mendes já foi meu passageiro... ;-) Beijocas

Teresa disse...

Querida Zoe, eu quero saber se há um jeito de ler a minha vida pelas cartas nas tuas mãos, e se for, se é grátis ou pagaa-se algo.